bozo_genocida

Os que apoiam o projeto de morte de bolsonaro e seus filhos não serão poupados: explico!

Daniel da Costa*

Há três tipos de posição diante da intenção destrutiva, cruel e mortal que a família Bolsonaro apoiada pelos ricos e demais que acham que tirarão proveito com a miséria que querem sobre “os outros”.

Antes de tudo, o que Bolsonaro e seus filhos encabeçam não é ação política. É o inverso da ação política que é o aprimoramento e desenvolvimento da Civilização. O que estes celerados querem é a reposição da barbárie em sua forma mais letal e destrutiva jamais sonhada pela humanidade: pelo uso da ciência e tecnologia na criação de um vírus letal que pode se espalhar e dizimar toda humanidade.

É um claro e notório atentado contra a vida humana e planetária. Qualquer um, que não esteja enfeitiçado pelo mal, pode ver isso. A gana do clã Bolsonaro em favorecer os ricos deste mundo, que pensam que a questão é só econômica, oculta um elã de destruição e morte jamais acionado na história da humanidade. É uma caixa de Pandora da destruição sem limites, de tudo que é vivo. Inclusive os ricos e poderosos que criaram este atual cenário.

As forças destrutivas que estão acionadas não têm partido político ou ideologia. Seu ímpeto é de pura decadência, destruição e morte: apenas isso. Assim, estamos diante de um fato que ultrapassou nossa capacidade de “contenção imediata” pela ação política responsável (que deveria ter sido realizada antes, de maneira profilática, mas não foi, desde o golpista Temer, pelo contrário).

Só nos resta agora uma plena e ampla conscientização da capacidade de destruição diante da qual estamos todos, sem exceção, expostos liberada pela ânsia de dinheiro dos ricos e poderosos deste mundo que continuam, cegos eobstinados, achando que se trata apenas de questão econômica. E, assim, continuam empedernidos, insensíveis, indiferentes, enfeitiçados e não se importando com o sofrimento do semelhante, apenas em seus bolsos.

É um tipo de cegueira insana que nos esclarece a todos o verdadeiro ímpeto que se oculta por trás do mundo do dinheiro, por trás de um capitalismo sem peias dominado pela ideologia liberal e suas abstrações de destruição e morte com o qual todos nós temos sido coniventes em algum sentido. Mundo frio, sem amor, sem solidariedade; mundo falso, hipócrita, vazio de sentido. Mundo que vive sob a maior decadência de morte que se pode imaginar, e que só engana aos incautos por causa da capa de mentiras centenárias, contadas um milhão de vezes, até fazer a humanidade acreditar que se tratavam de verdades e as aceitarem para si como “civilização”.  Quando na verdade, são a continuação da barbárie! Mas, hoje, aí está bem a nossa frente, sua verdadeira face horripilante, para quem quiser ver! Seus belos shoppings, seus programas de auditório alienantes, seus filmes açucarados sentimentalistas, seu falso conforto e promessa de felicidade estão expostas em sua verdadeira feiura.

Assim, passo a descrever os tipos possíveis de posicionamento, diante de tamanha destruição que se nos avizinha, e suas consequências.

O primeiro tipo: é dos indivíduos que apoiam e se afinam plenamente com os intentos de Bolsonaro e seus filhos. Estes indivíduos já não pensam, sua capacidade racional de avaliação não existe. Quem esperar isso desse pessoal é ingênuo. O elemento fundamental que substancializa a dignidade humana, que a filosofia tem, erroneamente, considerado como sendo a “capacidade racional” lhes falta. E a falta de capacidade de uma racionalidade minimamente humana, minimamente de valor que as levaria a considerar e ter compaixão pelo semelhante que sofre, lhes falta porque a base real da dignidade humana e que orienta uma racionalidade sadia lhes falta. Este quesito básico é o AMOR! É o amor, é a capacidade de amar indistintamente que nos torna mais plenamente humanos e o que fundamenta nossa dignidade, e não simplesmente ter capacidade racional, que é apenas corolário. A destruição do nazismo e do cientificismo do século XIX já provaram isso. E apesar de todos os estudos em fenomenologia, hermenêutica, estudos históricos, teológicos, filosóficos com profundidade terem mostrado isso sobejamente, ainda continuamos vítimas e enfeitiçados pelo racionalismo tosco e seu empirismo destrutivo, ambos vindos dos cantões anglo saxônicos e estadunidense que contaminaram o mundo todo com seu vírus, através da ideologia liberal.

Assim, estas pessoas que apoiam Bolsonaro e seus filhos, seu projeto homicida, estão totalmente desprotegidas com relação a este Cornoa Vírus. Já que, biologicamente, elas mesmas já se predispõe a recebê-lo. Com seu ato de apoio ao que está acontecendo, estas pessoas estão declarando que este vírus é bem-vindo em seus corpos. E mesmo que se protejam, o vírus os alcançará. Sejam ricos ou pobres. Todos os que apoiam o que está em curso.

O segundo tipo: é o das pessoas que não apoiam Bolsonaro e seus filhos, mas fazem pouco caso do que está acontecendo. São displicentes, descuidados, arrogantes empedernidos. Dão mais valor ao recebimento de dinheiro do que à própria vida. Não fazem a quarentena. Não se protegem. Se expõem e colocam os demais de suas famílias sob risco. Estas pessoas estão desprotegidas por conta de sua própria estultícia e tolice, próprias do mundo do dinheiro já citado. Próprias das dificuldades que o mundo do dinheiro cria para vender facilidades que ocultam apenas destruição e morte.

O terceiro tipo: é o das pessoas que estão totalmente protegidas. É o das pessoas que não apoiam Bolsonaro e seus filhos em seu intento de morte e destruição. E, além disso, se protegem. Não subestimam e nem superestimam a letalidade deste vírus mortal. Mas, cuidam de si mesmos, e dos semelhantes, com racionalidade amorosa. Porque têm capacidade de solidariedade e de amor para com todos. São pessoas que realizam o mais pleno de sua humanidade que é o AMOR! Este, o único antídoto ao que está posto por Bolsonaro, seus filhos e os ricos deste mundo em profundidade: o ódio.

Foram os ricos e poderosos deste mundo atual que criaram este vírus, e vão pagar por isso. Sejam eles os Rockfellers, Rotschilds, os Walton, os Koch, os Mars etc. Protejam-se como for. Este mal que eles criaram e que desejam para os outros, lhes chegará a todos, sem distinção. E não mais terão seus sorrisos falsos e hipócritas no rosto, enquanto disseminam destruição e ódio no mundo para manter suas riquezas construídas sobre o derramamento de sangue inocente. O vírus será impiedoso contra estes!

Mas as pessoas do terceiro não serão infectadas. Serão totalmente protegidas, pois possuem em si mesmas o maior antídoto a qualquer mal: o amor!

* Bacharel, licenciado, mestre e doutor em filosofia pela USP; bacharel em teologia pela Faculdade Teológica Batista de SP; pedagogo licenciado pela FALC; autor de artigos de filosofia em veículos especializados e livros coletânea; autor do livro *O cristianismo ateu de Pierre Thevenaz* (no prelo); tradutor de mais de trinta livros nas áreas de filosofia, ciências da religião, ciências humanas e teologia; músico profissional (guitarrista) e jornalista. Colunista do Cartas Proféticas.

A sua solidariedade nos ajuda muito a trabalhar aqui no Cartas Proféticas. Continue e reforce a campanha com seus contatos: http://cartasprofeticas.org/colabore

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. Do nosso colunista filósofo e teólogo Daniel da Costa. Ajude-nos a alavancar o Cartas Proféticas compartilhando somente o link desta postagem: http://cartasprofeticas.org/os-que-apoiam-o-projeto-de-morte-de-bolsonaro-e-seus-filhos-nao-serao-poupados-explico/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.