por que votar em haddad

Padre Antonio de Lisboa de Andrade: “me perguntaram em quem eu votaria”

Cada cristão/ã define em quem votar com os critérios de valor que guiam sua vida, mesmo que bata no peito afirmando que Deus é fiel, fica com Deus, só Jesus na causa , pelo sangue do cordeiro, pela misericórdia e outros chavões.

Nesta conjuntura turva, nublada e profunamente sombria muitos são os cristãos que pulam dentro das igrejas, falam em línguas, pedem curas divinas, gritam por prosperidade, se emocionam com pregações de pastores e padres manipuladores e, na hora de votar, dedicam o seu voto ao fascismo, ao ódio, aos ricos e aos poderosos.

Certamente porque o seu critério, na verdade, não é o Jesus testemunhado pelos evangelhos, mas o do mercado neoliberal, o fantasma inventado para emocionar, congestionar de poluição barulhenta a consciência, ensurdecer e cegar a inteligência, fazendo desses cristãos apenas fantoches manusiados contra a realidade, a verdade e a matruridade de pessoas decidirem de acordo com suas consciências bem construidas.

Tudo o que fazem é repetir sem pensar os mantras contra homossexuais, negros, pobres, nordestinos, esquerdas, contra um comunismo que nem sabem o que é nem nunca estudaram, sem afeto, sem respeito e sem consideração pelo ouro. Muito pelo contrário.

Pois no meio dessa escuridão por onde andam pessoas manipuladas pelo fascismo representado por Jair Bolsonaro,  com atores como padres, bispos, cardeiais, pastores e donos de igrejas pregando o ódio pedindo votos para a direita, com apoio aos ricos contra os pobres e os trabalhadores eis a resposta pensada com o critério evangélico a dada pelo Padre Antonio de Lisboa de Andrade, padre diocesano da Paróquia Nossa Senhora das Dores da cidade de São José do Belmonte de Pernambuco.

Leia abaixo a bela resposta do Padre Antonio de Lisboa de Andrade aos que perguntam em quem ele votará. 

Colabore com o Blog

O critério do meu voto é pensando nos pobres desse país, nos miseráveis, que não tem nada nem ninguém por eles.

Meu voto é pelo cumprimento do estado social cumprindo a sua função social de reduzir a pobreza e as desigualdades regionais conforme a Constituição.

Nenhum governo de direita no brasil desde 1988 fez isso, somente os governos do PT o fizeram.
Não estou negando a corrupção, muito pelo contrário, pois me diga qual partido não é corrupto? Nenhum!

Agora jamais uma pessoa em sã consciência e que tenha um mínimo de noção histórica do que foi a ditadura pode querer esse mal novamente.

Quando foi para revelar de que lado estava, JESUS nunca titubiou, ele sempre esteve ao lado dos mais fracos.

Essa é minha escolha voto pelo interesse dos pobres, que são os meus interesses.
Temos que deixar de votar pelo interesse corporativista de profissão “x” ou “h” e,  pensar em quem realmente sofre e que só o Estado pode e, tem obrigação de assim amenizar tais sofrimentos.

Não é e, nunca foi interesse dos partidos de direita, muito menos de extrema direita fazer isso, pois seus objetivos são governar para quem tem muito dinheiro.

Então não posso concordar com isso e, a minha fé não me permite essa covardia.

Agora posso ter lido as sagradas escrituras e, não ter entendido nada, assim terei que voltar a fazer teologia novamente, por que se eu estiver enganado foi porque JESUS TAMBÉM ESTAVA.

4 Comentários

  1. Parabéns Padre Lisboa! Sinto-me honrado por sua posição na defesa dos direitos dos menores!

  2. O texto do padre é a realidade do país. A resposta de não sei quem é o que ele quer que a gente leia e acredite. Ditadura nunca mais.

  3. Onde esse padre está vendo pessoas maltratando homossexuais, negros e mulheres? Por favor, postem vídeos aqui! Preciso ver isso com meus próprios olhos.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *