padre_fake news

Padre católico romano critica calúnias contra o PT e a incoerência de muitos católicos

A mensagem do Padre Thomas James, postada abaixo, além de ser um desabafo é um libelo crítico contra as futilidades que ditos cristãos e também os superficiais de plantão, sempre de ouvidos e bocas abertos às lavagens e aos resíduos contaminados que descem das barragens da mídia, das igrejas neopentecostais, que servem de canalizações das mentiras que travam os trabalhadores, destroem as consciências e alienam o povo.

Essas mazelas éticas são decorrências do abandono do povo, afastado da arte da luta e da defesa da pátria. Boa parte, então, se deixou engolir pelas mentiras dominantes e pela divisão, tudo muito útil ao roubo praticado pela elite dominante, contando com o laranjal e os agentes milicianos-mercenários atuantes no governo fake news.

Como editor do Cartas Proféticas recomendo a leitura deste belo texto do padre Thomas.

Leia abaixo a mensagem irada e justa do padre Thomas James, vigário da Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Município de Boa Viagem (CE).

O Cartas Proféticas precisa de sua contribuição.  Clique e faça sua preciosa colaboração doando o valor que lhe paracer mais justo e possível.  Neste link você encontra a conta para fazer seu depósito solidário. Muito obrigado e abraços. 

Diante da tanta incoerência e tamanha ignorância religiosa e política, diante da ingratidão de muitos que se beneficiaram com os programas sociais do governo PT e hoje cospem no prato que comeram, diante da falta de raciocínio lógico e convincente em argumentos apresentados, quero expressar meu repúdio contra certos cristãos que apoiam a violência, a tortura, a ditadura, a desigualdade social, a aniquilação dos menos favorecidos, a desvalorização da mulher e dos deficientes.

Minha indignação aumenta quando percebo que muitos desses cristãos andam com alguns símbolos religiosos: um crucifixo no peito, um símbolo da paz, uma medalha de Nossa Senhora, um escapulário, um terço, etc.

Minha indignação aumenta ainda mais quando observo que alguns desses cristãos recebem a santa comunhão de joelhos, usam roupas longas e véu na cabeça, fazem jejuns com pão e água nas sextas-feiras e ensinam a doutrina católica nas reuniões da catequese, mas ainda não entenderam que os dois amores que Deus exige é algo sério: amar a Deus e amar os irmãos. Como amar excluindo? Como amar discriminando? Como amar de verdade sem fazer uma opção pelos menos favorecidos? Como amar armados?

Minha indignação triplica quando percebo que esses militantes propagam mais fake news do que verdades. Insistem tanto nas meias verdades. Ai de você se discutir algo com eles! Estão tão manipuladas das meias verdades que não conseguem enxergar o mal que estão vivendo e propagando. Vou expor umas meias verdades. Se eu estiver errado, você tem toda a liberdade de me corrigir:

Kit Gay – Os pedagogos que dedicam a maior parte da vida na sala de aula há anos ainda querem conhecer esse kit gay, mas um capitão que dormiu 28 anos na Câmera Federal sem aprovar um projeto sequer conseguiu conquistar seus seguidores com esta mentira. Falta o quê? Discernimento? Sabedoria?

Um tal  de Comunismo! Um partido com plenos poderes por mais de uma década, mas que nunca tirou nenhum direito dos cidadãos deste país – nem dos menos favorecidos nem dos discriminados pela sociedade intolerante – é acusado de comunista!

Um partido acusado de comunista construiu milhares de cisternas nos sertões nordestinos que sofrem com a seca insuportável há mais de seis anos, garantindo pelo menos água de chuva para saciar-lhes a sede. Há cerca de 18 anos sou testemunha desta verdade.

Um partido chamado comunista colocou comida no prato de milhões de pobres, tirando o Brasil do mapa da fome, através do programa Bolsa-Família.

Um partido chamado comunista deu condições, através do Programa Universidade para Todos – Prouni, que o filho do pobre, do negro, do índio tivesse acesso às melhores Universidades do país.

Um partido chamado comunista possibilitou que milhares de brasileiros, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, realizassem o sonho da casa própria.

Um partido chamado comunista, por meio do programa Lua para Todos, realizou o sonho do habitante da zona rural de ter energia elétrica em casa, e poder, com isso, desfrutar de todos os benefícios que ela proporciona.

Um partido chamado comunista criou o Programa Farmácia Popular do Brasil com o objetivo de oferecer mais uma alternativa de acesso da população pobre aos medicamentos considerados essenciais, gratuitamente ou a preço reduzidos.

Tão estranho o slogan do capitão “Brasil acima de tudo”! Quais são os valores que ele tem a mostrar, seja na sua vida pessoal ou profissional?

Quero fazer uma pergunta para os intelectuais do capitão: este comunismo foi mal para o Brasil?

Colocar comida no prato do pobre, educar filho do agricultor, providenciar abrigo para os pobres e obrigar o patrão a assinar a carteira da empregada doméstica, para salvar seus direitos, foram os erros do PT?

Dom Hélder Câmera já afirmava nesta frase célebre: “Quando dei comida para os pobres, me chamaram de santo, mas quando mostrei a raiz da pobreza, me chamaram de comunista”.

Esse tal de problema do ABORTO. Eu vejo certos puritanos que defendam a “Vida”, mas apoiam armamento, ditadura e outros tipos de violência. Quero informar-lhes que a Igreja Católica defende a vida desde a concepção até a morte. Este é dever do todo batizado. O governo não vai obrigar nenhuma mulher a praticar o aborto. Ela abortará se quiser.

Tenho plena convicção de que, se cada família católica assumisse sua vocação batismal, nosso país seria diferente. Portanto cuidar da sua família é a melhor solução para salvar nosso país; ser fiel ao seu parceiro e sua parceira é o melhor testemunho para seus filhos. Educar seus filhos no caminho do bem ajuda a criar uma sociedade coerente e segura.

Não compactue com erros alheios. Não seja conivente com mentiras. Preserve os valores e os princípios éticos e cristãos. Pague seu trabalhador bem. Não precisamos de armas nem de escolas militares para educar nossas crianças para o mundo. Basta uma educação da qualidade, dando vez e voz a todos os cidadãos. Madre Tereza de Calcutá alertava que a paz começa em família.

Minha indignação quadruplica quando vejo a indiferença ou silêncio de certas autoridades. quando vejo pessoas que têm a obrigação de estar ao lado da verdade, da democracia, do bem comum e dos pobres, mas, ao contrário, tentam conseguir seguidores para um capitão reformado que, na verdade, não tem proposta séria nenhuma para uma nação sucateada pelo golpe e pela maldade, a não ser armar a todos, acabar com classes menores e, pior ainda, oferecer a uma parte da nação “capim” e querer promover ensino à distância para a educação infantil. Pena que muitos ainda o seguem com unhas e dentes sem medir as consequências iminentes.

Eu, que vivi num ambiente multirreligioso na minha terra, nunca vi alguém seguindo conselho de outros credos com tanta facilidade como aqui. Acompanho com muita tristeza um fiel católico aderindo os conselhos de um pastor neopentecostal que fala mal da Igreja Católica e nega a autoridade do Papa. Minha indignação é profunda quando vejo um filho de Nossa Senhora, um vicentino, um ministro da comunhão, um consagrado ou uma consagrada, um catequista encontrar no pastor Edir Macedo modelo de honestidade, coerência ou testemunho.

Coerência custa muito, muito caro. A fidelidade à Igreja e ao Papa custa muito caro!

Como rezamos na oração inicial da missa de hoje: “Ó Deus, sempre nos preceda e acompanhe a vossa graça, para que estejamos sempre atentos ao bem que devemos fazer”.

Deixe uma resposta