luteranos com lula

Pastores da Igreja Luterana de três países apoiam candidatura de Lula

Num texto comum, pastores  de Alemanha, Argentina e Brasil dizem que Lula “pedagogicamente demonstra ao nosso povo que temos que recuperar a dignidade da Justiça e fazê-la funcionar para o bem do direito e das pessoa”.

247 – O ex-presidente Lula (PT) recebeu uma carta de solidariedade assinada por diversos líderes da Igreja Evangélica da Confissão Luterana de três países: Brasil, Argentina e Alemanha. No texto, eles reconhecem o ex-presidente como preso político, detido em um processo controverso para impedir o líder das pesquisas de disputar as eleições.

“Um país democrático, justo e livre deve ter uma justiça isenta, uma imprensa livre e imparcial”, escrevem os pastores, que reforçam o direito constitucional à presunção de inocência. “Ao submeter-se à prisão, você afiança crédito à Justiça brasileira, apesar de ela ter o condenado injustamente. E o faz para provar sua inocência. Com esta atitude, incompreensível para quem não entende a profundidade do seu gesto, você pedagogicamente demonstra ao nosso povo que temos que recuperar a dignidade da Justiça e fazê-la funcionar para o bem do direito e das pessoas”,diz o texto.

Os membros da Igreja Luterana destacam ainda o legado de Lula em favor dos mais pobres no país. “Apoiamos governantes que colocam as necessidades básicas da população na ordem do dia da gestão pública. Pois nossa fé nos ensina que facilitar a alimentação dos pobres, garantir vestimenta e moradia aos necessitados, acolher os estrangeiros e visitar os encarcerados é uma forma de prestar culto a Deus”, finaliza a carta.

2 Comentários

  1. Excelente a carta e demonstra a coerência desta Igreja,que se inclina,nos últimos tempos,a defender a justiça, a fraternidade e a opção pelos menos favorecidos.
    Paz e Bem!

  2. Estou orgulhosa ! A igreja luterana ficou do lado correto da história! É através da prática que vemos o verdadeiro sentido da igreja!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *