guedes_hipócrita

Paulo Guedes: a autêntica postura da burguesia genocida

  • Por Dom Orvandil.

Através de uma o videoconferência com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Guedes, maníaco burguês, representante do mercado assassino, principalmente do sistema financeiro, mostra a crueldade da classe dominante, à qual pertence o “ministro” da antieconomia nacional e popular, quando disse com toda a desonestidade que o caracteriza: “eu, como economista, gostaria que pudéssemos manter a produção, voltar o mais rápido possível. Eu, como cidadão, seguindo o conhecimento do pessoal da Saúde, ao contrário, quero ficar em casa e fazer o isolamento”.

Isto é, a casta dominante, amante da guerra e da destruição dos direitos sociais, vampira do sangue dos trabalhadores, sem saber o que é trabalhar, divide o mundo em dois: num, o dos privilégios, feito do surrupio dos  frutos da produção, para que, numa situação pandêmica como a que nos ataca a todos, em  refúgios e bankers onde se protegem da contaminação e da morte e, noutra, o trabalho em condições de risco para os escravos com todas as conseqüências de contaminação no transporte de má qualidade, com pessoas enlatadas em metrôs, ônibus e trens, meios propícios à pandemia, no trabalho com a junção das pessoas, reforçando a desgraça.

Na verdade, o comportamento de Paulo Guedes, o mesmo que colaborou com o ditador sanguinário do Chile, o genocida Augusto Pinochet, a impor àquele país uma legislação nazista contra os direitos dos trabalhadores, é parte integrante dos ricaços que golpeiam e roubam o Brasil. Eles tudo querem à escravização dos trabalhadores, no retorno cruel ao regime colonial do tronco, das correntes e dos navios negreiros com centenas de milhares de irmãos e de irmãs africanos/as mortos de febre, de tifo, de gripe, de sede e de fome, com seus cadáveres jogados às águas do Atlântico.

Mas eles, os ricaços, sempre se protegeram nos casarões confortáveis das fazendas e das cidades. Pelas janelas davam ordens aos capitães do mato apara  maltratarem escravos.

Assim age a “elite” brasileira, que briga contra o Estado para o povo, mas o usa para seus interesses egoístas e desumanos.

Enquanto quer o povo quebrando quarentenas e isolamentos sociais para voltar ao trabalho, Paulo Guedes se esconde no Rio de Janeiro,  numa mansão e vai ao mar banhar-se, certamente contando com seguranças pagos com o dinheiro público.

Paulo Guedes, o tchutchuca do mercado, o pau mandado do imperialismo e  inimigo do povo brasileiro, nada mais é do que o desgoverno miliciano de Jair Bolsonaro e do mercado dominante brasileiro e internacional.

A nós trabalhadores cabe a resistência usando o isolamento social como retiro espiritual no preparo para as grandes demandas para a derrubada desse modelo econômico, em cuja verdadeira porta do inferno os guardas diabólicos a servirem de nossos carrascos nas pessoas dos sacripantas Paulo Guedes, Jair Bolsonaro, Sérgio Moro e toda gangue que quer nos matar.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. "Paulo Guedes: a autêntica postura da burguesia genocida". Ajude-nos a alavancar o Cartas Proféticas compartilhando somente a chamada e o link desta postagem: http://cartasprofeticas.org/paulo-guedes-a-autentica-postura-da-burguesia-genocida/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.