trouxas-card

Paulo Guedes: os brasileiros são 200 milhões trouxas

Roberto Bueno*

Em 5 de julho de 2019, o Ministro Paulo Guedes (Economia) realizava mais uma de suas aparições no meio dos banqueiros onde realizava outra de suas diversas palestras, evitando, in extremis, o povo, pois não se tem notícia de que tenha frequentado durante sua gestão à frente do Ministério da Economia. Naquele momento, frequentou evento da XP Investimentos, e então já expunha o que pensa dos brasileiros: os brasileiros são 200 milhões de trouxas, “explorados por duas empreiteiras, quatro bancos, seis distribuidoras de gás, uma produtora de petróleo”. Sempre impreciso com fatos e valores democráticos.

Passado quase um ano, Guedes volta à carga, desta vez, dadas as limitações impostas pelo Covid-19, interveio em vídeoconferência em evento para banqueiros promovido pelo Itaú BBA Paulo Guedes atirou todas as pedras à mão no sistema altamente concentrado do sistema bancário brasileiro, mas aproveitando a oportunidade para incluir em suas críticas as empreiteiras, sistema de cabotagem e sistema de distribuidoras de combustíveis. Para o neoliberal saudosista do regime do ditador Alfredo Pinochet e de seus Chicago “destroyers” Boys trata-se de uma insustentável concentração, e a consequência era um sistema que engana e explora 200 milhões de trouxas.

Paulo Guedes atingiu o nirvana filosófico-econômico! Enfim, a personalidade reconheceu o que pensa dos brasileiros e do sistema que o Governo cuja área econômica conduz: que os bancos brasileiros enganam a população brasileira, a qual qualifica com epíteto de TROUXAS! Mas, fica uma inquietante pergunta ao sr. Guedes: se este sistema explora e engana 200 milhões de trouxas brasileiros, por qual motivo o sr. Guedes retirou 1.25 trilhão dos cofres públicos para entregar justamente aos banqueiros que, segundo ele, organizam um sistema que explora estes 200 milhões de trouxas?

O caso é que estes 200 milhões são os legítimos donos do dinheiro entregue pelo sr. Guedes aos bancos, e que agora, em meio à gravíssima pandemia deverão dirigir-se a estes mesmos bancos para tomar emprestado o seu dinheiro, detalhe, a altos juros! Aliás, seria esta apenas mais uma medida mais facilitada pelo Governo ao qual serve o sr. Guedes para justificar o juízo que mantém da população brasileira? E, se formos mesmo 200 milhões de trouxas, me pergunto, qual adjetivo caberia ao sr. Guedes, que faz este agenciamento de alocação dos recursos públicos em desfavor do povo brasileiro?

*Professor universitário.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.