guaidó

Quem é o golpista sujo da Venezuela, apoiado pelo miliciano Bolsonaro e pelo mafioso Trump?

As inteligências inquietas não se acomodam diante do que a mídia e outros agentes conservadores dão  como verdadeiros como salvadores e anjos do bem.

Assim é com relação ao falso democrata venezuelano, Juan Guaidó, o aventureiro e delinquente que se intitula presidente encarregado da Venezuela.

O rapaz é jovem como outros salvadores da pátria marginais que apareceram nesta América Latina, como Fernando Collor de Melo no Brasil, por exemplo.

No caso de Guaidó é claro que o delinquente não seria patriota e comprometido com o seu povo se é apoiado pelo aventureiro, miliciano e mafioso Jair Bolsonaro e pelo destruidor dos povos no roubo de suas riquezas, como é o caso de louco Donald Trump, que o sistema eleitoral dos Estados Unidos fez presidente dos estadunidenses, que se pensa dono do mundo.

Segundo pesquisa competente dos jornalistas Dan Cohen e Max Blumenthal, publicada pelo site uruguaio Se Puede, as respostas começaram a fazer sentido para a compreensão do que se passa na Venezuela.

Juan Guaidó tem longo e fértil roteiro de males feitos e de compromissos com as mais vergonhosas traições à sua pátria e, não só, a todos os governos que buscam a trilha da justiça social e do bem estar de seus povos, como o do Uruguai, por exemplo.

Esse fanfarrão venezuelano faz parte do partido  Vontade Popular, uma espécie de PSDB ou PSL brasileiros, fundado por Leopoldo López, amigo do ébrio e golpista Aécio Neves, aqui do Brasil.

O Vontade Popular é inimigo do Estado democrático e da democracia. Seu fundador encontra-se preso por atentados e mortes de inúmeros venezuelanos. Guaidó participou de eventos que mataram 70 % venezuelanos  chavistas em atos violentos contra a revolução bolivariana.

O tal partido Vontade Popular segue a linha do extremo neoliberalismo, doutrina econômico que sequestra o Estado em favor do mercado e dos poderosos.

O auto intitulado presidente encarregado da Venezuela, admirado pelo laranjal fake news Jair Bolsonaro, participou de encontros internacionais com neonazistas na Ucrânia  para aprender a fabricar bombas na prática de ataques a multidões,  no assassinato de Hugo Chávez e do presidente Nicolás Maduro e juntar pessoas para marchas tipo primaveras árabes para derrubar governos e implantar regimes que facilitem o roubo de petróleo para os Estados Unidos. .

Enfim e em resumo, como diz o site Se Pude,  “Guaidó não surgiu do nada, e tampouco é um democrata preocupado pela vida dos venezuelanos. Isso está muito claro no informe de Cohen e Blumenthal. Evidentemente, nem o The New York Times, nem o The Wall Street Journal repercutiram a investigação desses dois jornalistas….”

Acesse abaixo o link com o artigo completo.

O Cartas Proféticas precisa de sua contribuição.  Clique e faça sua preciosa colaboração doando o valor que lhe paracer mais justo e possível.  Neste link você encontra a conta para fazer seu depósito solidário. Muito obrigado e abraços. 

Se Puede.

Deixe uma resposta