sara_fodeu-se

Sara Winter se sente envergonhada e arrependida com Bolsonaro. É preciso mais: inteligência!

Deu num “jornalão” que Sara Winter se toma de vergonha por gritar “mito” em louvor ao ídolo dela, a sua excrescência miliciana genocida Jair Bolsonaro. “Eu me decepcionei demais com o Bolsonaro. O governo dele foi uma grande ilusão para os conservadores. Eu tenho vergonha de quando saía na rua gritando ‘mito’”, disse ao jornal O Globo

Por decisão do STF Sara foi presa por fazer ameaças a seus ministros.

Além do arrependimento pela furada como integrante do gado, Sara, como fazem sempre as pessoas que buscam apoios e amparos em movimentos sem base real e sem relação profunda com o país, acabou por denunciar crimes que merecem e precisam ser investigados: “Nós recebíamos diretrizes diretas do Planalto. A Carla Zambelli e a Bia Kicis diziam em quem a gente deveria bater ou não. Tínhamos certeza que, se acontecesse alguma coisa, teríamos um respaldo legal, jurídico e econômico. O que aconteceu foi o contrário”, entregou.

O Site Cartas Proféticas não é da área jurídica e não tem competência para julgar se o fato de Sara Winter confessar a um jornal que recebia linha e orientação desde o Palácio do Planalto e de deputadas federais, com o objetivo de agredir ministros e de cometer crimes, se é o caso de investigação profunda e de reunir provas contra os abusos de Bolsonaro.

O fato é que Sara chora se penitenciando como arrependida, mas, ao mesmo tempo, dá as razões de sua própria culpa, invalidando, portanto a vergonha que sente hoje por gritar histericamente “mito” em louvor ao mentiroso, ao fake news, ao presidente de rachadinhas, ao genocida e preguiçoso emergente da ditadura militar e da vagabundagem na Câmara Federal, sem nada fazer por quase 30 anos.

É evidente que a vergonha e o arrependimento de Sara não corrigem o vazio moral, de inteligência, de estudos, de seriedade política e de compromisso patriótico com o Brasil.

Sara não conhecia a história de Jair Bolsonaro? Sara não conheceu as alianças de sua excrescência? Ou Winter era dotada de ignorância da realidade? Ou a senhora Sara é animada por imensa má fé ao ponto de se dizer envergonhada e arrependida como maneira de escapulir de crimes que praticou contra a honra de ministr@s ou, ainda, presente, agora sim com um mínimo de inteligência, que o barco do “mito” afunda e, como rato, procura saltar fora?

De qualquer forma a senhora Sara Winter chama a atenção por se sentir envergonhada e arrependida com a desonra, se bem que a alegação dela é mais por se avaliar abandonada diante de tudo o que lhe foi prometido e não entregue.

A vergonha, conforme o contexto de suas palavras, é pelo desamparo e não por honra pessoal dela.

Sara demonstra o mesmo espírito oportunista e imoral de muita gente que se motiva por interesses pessoais e por aprovação no seu grupo do que pela clareza de princípios e pela disposição de servir o povo e a pátria.

Tais pessoas são presas fáceis de outras com quem se igualam, como é o caso das deputadas nomeadas por ela e pelo “mito” anta que adorou.

Este é tipo de projeto que tem de tudo para dar errado, até porque suas bases são furadas como areia movediça.

Outra razão à qual nossa vítima não soube compreender é o que ela mesma definiu como “conservadores”.

Ora, os tais conservadores vivem em bolhas, fora da realidade, agarrados em mitos, como foi caso dela e de seu gado.

Esses grupos idolatram patronos familiares marcados pelo machismo, pela dominação, pela manipulação e pela filtragem da realidade, repassando aos seus membros apenas o que interessa a eles.

As mulheres para os tais conservadores são objetos de uso na cozinha, na área de serviço, no cuidado das crianças e, de vez em quando, na cama como desfrute machista sexual, geralmente abusadas e diminuídas. Isto é, as relações internas dessas famílias são eivadas de dominação pelo homem, de preconceitos homo fóbicos, de fascismo e ante comunismo.

Na sociedade os tais “conservadores” buscam matrizes similares de dominação, sem se importarem com a verdade  e com a realidade. Como religião adotam um deus carrasco, castigador, juiz rigoroso com os pecados, principalmente das mulheres,  dos LGBTQIA+ e dos comunistas (que não sabem o que é). No país adotam como seus guias pessoas do sexo masculino que imponham, que não sejam democráticas, que não escutem, que ajam como reis e salvadores da pátria.

Foi tudo isso o que dona Sara Winter viu na sua excrescência miliciana genocida Jair Bolsonaro.

Quando exatamente tudo isso falhou nele e nos seus seguidores mais próximos, amedrontados e covardes ante qualquer ameaça por parte do STF, sem dar dinheiro e proteção marginal, à margem das leis constitucionais, veio a decepção e a vergonha.

O resultado é que dona Sara está sem base e sem iluminação, já que o mito dela não era o que ela projetara ignorantemente sobre ele, criando uma farsa com ajuda dele e da famiglia de rachadinhas que o compõe.

Envergonhada, desiludida e sem base sobrará a lei e julgamento, que esperamos seja severo e exemplar à dona Sara Winter.

Vergonhas e arrependimentos procedentes de uma vida tão vazia de conhecimento, de compromisso ético com sua pátria e com o seu povo têm validade zero para além da vida individual como a de dona Sara Inverno.

A autocrítica, que muda práxis equivocadas na militância de quem luta por seu povo e pela transformação econômica e política,  é tarefa de pessoas inteligentes e sempre necessária. Este não é o caso de dona Sara Inverno (Winter).

Abraços proféticos e revolucionários,

Dom Orvandil.

***************************************************************************************

PROGRAMAÇÃO DO CANAL E DO SITE CARTAS PROFÉTICAS

– Chimarrão Profético: todas as terças e quintas feiras, às 11 horas;

– Leitura Profética: todas as quarta feiras, às 11 horas;

– Fé e  Luta: todos os sábados, às 11 horas;

– Mergulho nas Notícias: todas as segundas feiras, às 10 horas;

– Arte e Vida: todas as sextas feiras, às 19 horas;

– Reflexão do Evangelho: todos os domingos (programa gravado);

– Vigília e Resistência na Pandemia;

– Impactos das Notícias: notícias analisadas a qualquer momento (ao vivo).

Apoie este projeto com sua doação  pelo  Pix domorvandil@gmail.com.

Acesse e leia mais. Compartilhe:

Inscreva-se, ative o sininho, comente, dê likes, compartilhe e apoie sempre!

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.