angorá_vampiro

Sem ilusões com as prisões do Vampirão MiShel Temer, do gato angorá e da quadrilha!

Sem dúvidas,  a gente sente um pequeno gosto de prazer com as prisões dos criminosos MiShel Temer, Moreira Franco, coronel Lima e de outros marginais cheirosos, mas sem ilusões.

A quadrilha foi presa a mando do juiz fundamentalista evangélico Marcelo Bretas sob acusação de propinas, lavagem de dinheiro e crime por desvios dinheiro para campanhas eleitorais.

Porém, no fundo as justificativas de prisão da quadrilha são por causa de trocos, de dinheiro que esse tipo de gente que se aboleta no Estado costuma roubar.

Criminosos como Temer, Moreira Franco, Jucá, Aécio Neves, Bolsonaro e tantos outros não ocupam cargos públicos para servir o povo e ao Estado em apoio  aos direitos dos trabalhadores e da sociedade, mas como meios para se servirem privadamente do que é público e coletivo.

As prisões desta manhã cheiram a chantagem para pressionar o Congresso a votar no pacote de matar pobres e salvar o couro dos milicianos, preparado por Sérgio Moro, o marreco de Maringá,  também no da destruição da Previdência, embrulho do marginal neoliberal Paulo Guedes e do capetão pateta Jair Bolsonaro, como também têm o objetivo aliviar os lavajateiros derrotados pelo STF.

Mas nunca essa organização criminosa será investigada nem presa pelo golpe de Estado contra a democracia e na traição à pátria pelo ex vice presidente, que traiu a Presidenta Dilma Rousseff, servindo de testa de ferro para a farra do pato da FIESP, que comprou deputados e senadores para a maior desgraça acontecida contra o povo brasileiro, cujas consequências sofremos hoje com a eleição de um boçal para a presidência de nosso país.

As prisões de hoje, principalmente do vampirão Temer, chamado pela mídia colonizada de ex presidente, título que o marginal não merece por ser traidor da pátria, visa também tumultuar as comissões tanto a que discute a entrega do prêmio Nobel da Paz ao ex presidente Lula, preso político do fascista Sérgio Moro e a dos direitos humanos da ONU, que  definirá que a prisão do maior líder brasileiro é política, por pura perseguição e medo que a burguesia tem do povo.

Certamente nas visitas de Jair Bolsonaro e de Sérgio Moro à sede da CIA nos Estados Unidos, ambos receberam orientação para aplicar essas prisões, com o objetivo também de movimentar a opinião pública enquanto o Brasil é entregue à ganância do império americano, onde está como presidente formal o louco ídolo do capetão pateta Jair Bolsonaro.

Prisões e julgamentos que alegrarão profundamente o povo brasileiro serão essas, por razões verdadeiras, juntamente com o próprio fundamentalista Marcelo Bretas, Jair Bolsonaro, Sérgio Moro, Deltan  Dallagnol, Ronaldo Caiado, Jucá  e de todos os traidores da pátria, que ajudam a arrastar o Brasil para o fundo do abismo, com consequências para nossos empregos, aposentadorias, saúde, segurança etc, além da perversidade da entrega de nosso patrimônio público ao mercado e ao imperialismo.

É claro que as prisões também ajudam os bolsomions, verdadeiros cachorros envenenados sem nexo,  a divertir a opinião pública diante da queda livre do “mito” capetão bobão nas pesquisas.

Quem não tem projeto de governo precisa de diversionismo e os cachorros envenenados fazem seu papel ridículo na internet. Cabe ao povo não se impressionar com essa farsa nem a se deixar iludir novamente.

Dia 22 é greve geral contra os traidores da pátria!

Não pense nem demore, apoie o projeto Cartas Proféticas. Clique aqui e acesse a conta para contribuir. Muito obrigado e abraços.  

Deixe uma resposta