Lula eleitoral

Por que Lula e Bolsonaro disparam nas pesquisas?

Nova pesquisa sobre a sucessão presidencial, praticada pelo instituto Data Poder360, indica  que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu seis pontos percentuais entre julho, mês em que foi condenado pelo juiz Sergio Moro, e agosto, passando de 26% para 32%.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) também cresceu, passando de 21% a 25%, e se consolidou na segunda posição, no cenário em que Geraldo Alckmin, com 4%, é o candidato do PSDB.

Se a alternativa tucana for João Doria, Bolsonaro também passa ao segundo turno, mas com 18%.

A pesquisa também revela o desaparecimento de Marina Silva, que caiu de 12% a apenas 3%.

É preciso interpretar esses números e levantamentos.

Quanto ao crescimento do ex presidente Lula é preciso ver no caldeirão da conjuntura o desemprego aumentando juntamente com o retorno da fome para o mapa de onde saiu com os programas sociais de seus dois governos e continuados nos da presidenta Dilma, embora com dificuldades.

Na memória popular recente a comparação mostra jovens pobres, negros e indígenas nas universidades, principalmente nas públicas, invadidas pela elite e pela dita “classe” média.

Os pobres viajaram de avião e se alimentaram várias vezes por dia com o emprego valorizando a massa salarial e a dinâmica da economia, também inclusiva aos pobres.

A auto estima do povo brasileiro e do Brasil no mundo elevou-se nos governos Lula e Dilma, ao contrário do retorno do complexo vira latas trazido de volta pelo golpe dos canalhas e gangsters amigos do juiz Sério Moro.

A comparação indica que a direita e a elite brasileiras não têm projetos para o Brasil nem são inclusivas. Pelo contrário, são corruptas, concentradoras de renda, de riquezas e sabotadoras da soberania popular e do Brasil.

A pesquisa também compõe-se do ingridiente fascista seletivo do judiciário, muito bem sinalizado pela força tarefa lava jato. De lá levantam-se labaredas de perseguição ao próprio Lula com vereditos partidários sem provas e com  marca da proteção dos amigos gangsters do juiz, do mpf e da pf.

Já a interpretação do fenômeno do crescimento de  Bolsonaro capta as mesmas razões que empurram Lula.

Com o sequestro da economia pelos gangsters amigos de Sérgio Moro, cúmplices dos crimes de lesa humanidade e do planeta terra praticados pelos Estados Unidos a marginalidade aumenta, os crimes amedrontam, a violência assusta, o nível crescente  do tráfego de drogas atropela e parte da sociedade confusa,  sem mídia séria, patriótica e honesta para orientar e informar, a opinião pública desgarrada vê como única saída Bolsonaro no movimento perigoso de messias salvador da pátria.

Assim reflita sobre as tabelas com  os dois cenários, abaixo:

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.