lula-povo-

Votar em Haddad-Manu é presentear Lula pelo aniversário e libertar o povo da tragéida do golpe

Destaco dois pontos com relação à carta do ex presidente Lula ao povo brasileiro. 1, o fato de ele, Lula, fazer aniversário no dia 6, véspera do embate eleitoral. Ele pediu que o povo brasileiro vote em Haddad como presente ao aniversariante, o próprio Lula.

Isso é impressionante no presidiário político do delinquente e marginal Sérgio Moro, ajudado pelos traidores Luis Roberto Barroso, Edson Fachin, Dias Toffili e toda a catrefa de bandidos do STF e do Congresso Nacional.

“Normalmente” os estúpidos do campo ideológico da direita, que buscam eleger-se, gostam de presentes de aniversários objetos luxuosos,  caros e personalizados. Essas são as marcas do egoísmo e da postura de quem se coloca na vida como centro do mundo e usa as pessoas para se beneficiar.  Lula pede os votos do povo em Haddad como presente.

Isto é, os votos saídos dos dedos humildes dos trabalhadores e dos pobres são presentes que se voltam a favor dos presenteadores e não para o aniversariante, repito, preso porque ama o povo e pelo ódio medroso dos vagabundos dependurados no judiciário para a prática do ódio contra o Brasil.

2, enquanto os “militantes” do esfaqueado por ele mesmo  e os defensores da ideologia suja do mercado perverso pregam abertamente a divisão da sociedade brasileira entre os que querem a demolição do Brasil, da justiça e do bem, tudo com discursos, gestos a comportamentos assassinos, a carta de Lula é uma poesia de amor e de esperança.

Na sua última mensagem o ex presidente convida o povo a não se deixar sugar pelo ódio que, para ele,  não leva a nada. Mas também provoca os melhores potenciais humanos dos brasileiros motivando-nos a votarmos com esperança.

A carta de Lula parece ser uma mensagem do evangelho. Se, por uma lado, rapidamente identifica a tragédia que é o golpe dado pelo vampirão MiShell Temer, por outro, convida-nos a mudar essa barbaridade. “Isso precisa mudar, para acabar com o sofrimento do povo. Eu sei que o sofrimento leva ao desespero, mas peço que tenham esperança, que confiem na democracia, pois esse é o caminho para o país voltar a viver em paz. O ódio não resolve a violência, não é solução para nada. Vamos votar com amor”, escreveu da cadeia  o apaixonado Lula.

 

Leia abaixo a íntegra da carta do ex presidente Lula enviada para essas eleições. 
“Meus amigos e minhas amigas,

Neste domingo, 7 de outubro, eu quero pedir um voto com muito amor pelo Brasil. Quero pedir um voto para Fernando Haddad, o candidato que me representa nestas eleições e representa o projeto de país que nós construímos juntos.

Haddad tem um compromisso comigo e com o Brasil: cuidar da nossa gente como eu gostaria de estar cuidando. Governar para todos, mas principalmente para aqueles que mais precisam de apoio para melhorar de vida. Tratar o povo como solução, criando oportunidades, emprego e renda.

Foi dessa maneira que, durante 12 anos de governos do PT, criamos 20 milhões de empregos e o valor real do salário cresceu mais de 70%. O Bolsa Família ajudou mais de 50 milhões de pessoas a ter um mínimo de dignidade. Vencemos a fome e tiramos 36 milhões da extrema pobreza.

Levamos a luz para quem vivia na escuridão e água para quem sofria com a seca. Abrimos as portas da universidade para milhões de filhos de trabalhadores, com o Prouni, o Fies sem fiador e semeando novas universidades pelo interior do país.

Foi um tempo novo para as mulheres, os negros, os indígenas, os mais pobres, os que sempre foram discriminados e esquecidos pelos governos ao longo da história.

Os mais jovens não conheceram o Brasil de antes dos governos do PT, mas estão vendo o que aconteceu nos dois últimos anos. Um governo ilegítimo, de costas para o povo, não cria empregos, tira direitos do trabalhador, corta as verbas da saúde, da educação e da segurança pública, entrega aos estrangeiros as riquezas do país.

Isso precisa mudar, para acabar com o sofrimento do povo. Eu sei que o sofrimento leva ao desespero, mas peço que tenham esperança, que confiem na democracia, pois esse é o caminho para o país voltar a viver em paz. O ódio não resolve a violência, não é solução para nada. Vamos votar com amor.

Neste domingo, vote em Fernando Haddad, para o Brasil ser feliz de novo.

Deus abençoe o Brasil. Um grande abraço do

Luiz Inácio Lula da Silva.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *