william waack traíra morta

William Waack e seu olhar de traíra morta

Houve muito barulho sobre o comentário racista vazado de William Waack, demitido pela Globo numa jogada de alta performance hipócrita na demonstração de atitudes politicamente “corretas”.

No intervalo de uma transmissão da frente da sede do imperialismo norte americano, a Casa Branca, o ex jornalista da Globo se irrita com as buzinadas procedentes  de um carro em movimento e diz que isso é “coisa de preto”. Tudo seria normal se o vídeo não tivesse vazado.

Sim, tudo é “normal” com o racismo disfarçado e guardado nos bastidores, mas se manifestando nas atitudes, nos olhares e na falsa seriedade à frente das câmeras onde o tal exercia sua profissão de modo “profissional”, como gostam de dizer os adestradores de gente para o mercado.

O jornalista Luis Nassif escreveu artigo em defesa das qualidades humanas de seu colega, o William Waack de olhar de peixe morto,  afirmando que mais do que os jornalistas, devemos é criticar as empresas geradoras de acomodados,  de oportunistas e de puxa sacos, como o faz a Globo com seus “profissionais”.

Este blogueiro não endossa a análise do grande jornalista Luis Nassif na sua nobre missão de defender seus colegas, mesmo os que traem a verdade e integridade humana, submetendo-se ao terror das manipulações e dos golpes num País inteiro, como o fazem os que apresentam os noticiários no jornalismo mercenário da Globo e de todas as outras emissoras comerciais.

Não há desculpas para vendidos, manipuladores e traidores da verdade e da honra. Nem a mesmo a justificativa do “leitinho para as crianças” deve ser aceita quando jornalistas, em nome de empregos e de espaços para palestras e atividades comerciais, atuam para enganar todo um País.

No caso de William Waack não há nenhuma razão para defendê-lo nem para achar que ele é cachorro morto e que está fora do jogo.

O racismo é apenas uma amostra do fascismo, da traição e do ódio de classe geral que o meliante Waack sempre dedicou ao povo, à democracia e à conquista absoluta do sistema social justo.

Não cabe a ele a defesa generosa do respeitado jornalista Luis Nassif, que tenta defender-se na sua missão solidária,  ancorado na falsa neutralidade.

William Waack é um crápula traidor da Pátria e da classe trabalhadora, a quem deveria ser leal, já que é um dos seus, apesar de rendido por opção ou miopia ideológica aos patrões da pior espécie, os donos da Rede Globo.

Waack é a cara da Globo e a ela sempre lembrará mesmo que vá se juntar ao fanfarrão risonho Sílvio Santos, outro excremento da elite traidora nacional.

Quantas vezes nas bancadas do Jornal da Globo e do Jornal Nacional, com voz sincera,  o fascista William Waack deu vida aos textos rolando no telepronter, vindos da redação de jornalismo, indústria da mentira, das calúnias e dos golpes contra os trabalhadores, o Brasil e ao desrespeito às nações, enchendo a boca de traíra prestes a ser fisgada, com o olhar de peixe morto, leu os nomes dos nobres presidentes de Cuba, da Síria, da República Popular Democrática da Coréia (que os pró imperialistas e ignorantes chamam de Coréia do Norte), da Bolívia, da Venezuela etc chamando  desrespeitosamente seus presidentes de ditadores.

No You Tube há vídeos do meliante usando a mesma linguagem, mesmo que fazendo palestras particulares a empresários golpistas, ganhando rios de dinheiro. Portanto, as provas de que ele e a Globo são feitos do mesmo material abjeto da traição e da afronta à verdade e ao Brasil não lhe  permite  o benefício da compreensão e das desculpas que o bondoso e angelical Luis Nassif lhe dá.

O racismo de Waack é naturalmente parte do todo de sua visão de mundo e o de sua amada rede de organização criminosa, a Globo.

Colabore com o Cartas Proféticas e aumente sua renda ajudando organizar seminários em sua cidade. Veja como.

Leia também: “Os que produzem cadáveres buscam a morte de Lula”. 

Um comentário

  1. CONCORDO PLENAMENTE.

    DÚVIDA NÃO HÁ:
    UM COXINHA GOLPISTA QUE AINDA SOBREVIVE COMO TAL OU É UM IDIOTA OU É UM MANIPULADOR FILADAPUTA E TRAIDOR CONTUMAZ.

    gustavohorta.wordpress.com

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *